Projeto Concluído: Entrega do Hospital Cooperar à Unimed Vilhena pela Sicoob Credisul e Associação Cooperar - VILHENA ONLINE - NOTÍCIAS DE VILHENA E RONDÔNIA

Projeto Concluído: Entrega do Hospital Cooperar à Unimed Vilhena pela Sicoob Credisul e Associação Cooperar

Share:
Cerimônia reunirá membros dos conselhos e diretoria da Sicoob Credisul, Associação Cooperar, autoridades locais, empresários, cooperados e a população

Vilhena, RO - Neste 10 de fevereiro de 2024, a Sicoob Credisul e a Associação Cooperar entregarão oficialmente o prédio do Hospital Cooperar para a Unimed Vilhena, em Vilhena (RO). Com equipamentos de última geração, equipes médicas qualificadas e uma abordagem humanizada, o Hospital Cooperar está pronto para desempenhar um papel vital na melhoria da qualidade de vida da comunidade, a partir deste mês de fevereiro.

A cerimônia reunirá membros dos conselhos e diretoria da Sicoob Credisul, Associação Cooperar, autoridades locais, empresários, cooperados e a população.

O Hospital Cooperar não é apenas uma instituição de saúde, mas um legado de cuidado e compromisso da Sicoob Credisul com as comunidades a que serve. Ao trazer à tona a essência do cooperativismo, esse projeto exemplar destaca o poder da colaboração na construção de um futuro mais saudável e próspero para todos.

Hospital Cooperar: Um marco de solidariedade e cuidado

Na busca por impactar positivamente as comunidades em que está inserida, a Sicoob Credisul deu vida a um projeto que vai muito além da sua atuação financeira. O Hospital Cooperar, um marco de solidariedade e cuidado, surge como uma expressão tangível do comprometimento da cooperativa com a saúde e bem-estar social.

História e Inspiração

A trajetória do Hospital Cooperar começou a ser desenhada quando a Sicoob Credisul, ciente de sua responsabilidade social, identificou lacunas no acesso à saúde na Região Cone Sul de Rondônia e Noroeste do Mato Grosso.

Inspirados pelo desejo de promover um impacto significativo na vida das pessoas, surgiu a ideia de construir uma unidade hospitalar que oferecesse serviços médicos de qualidade com a arrecadação de doações de cooperados. O projeto ganhou força com o apoio de grandes empresários de Vilhena (RO).

A Sicoob Credisul uniu esforços com a Associação Cooperar, criada para gerir os recursos e a obra, e com a Unimed Vilhena, responsável pela equipagem e administração do hospital, criando uma parceria sólida e comprometida com o sucesso do projeto.

Construção

A cerimônia de lançamento da pedra fundamental, que marcou o início da obra, aconteceu em novembro de 2019, desde então seguiu a todo o vapor.

A generosidade do empresário e cooperado Fábio Antônio de Faria foi fundamental na doação do terreno, enquanto o apoio financeiro de mais de 7 mil cooperados foi essencial para concretizar esse nobre objetivo. A obra teve um custo aproximado de R$ 45,5 milhões.

Em março de 2023, a Sicoob Credisul e a Associação Cooperar entregaram as chaves do prédio à Unimed Vilhena para a equipagem.

Infraestrutura

A infraestrutura do hospital foi concebida para atender às necessidades da região, proporcionando uma gama abrangente de serviços médicos, desde atendimentos básicos até procedimentos mais especializados. A preocupação com a qualidade e a eficiência no atendimento guiou cada decisão durante o processo de construção.

O Hospital Cooperar é altamente tecnológico, todo estruturado com equipamentos de ponta. Possui a maior e mais moderna estrutura hemodinâmica, para diagnóstico e tratamento de disfunções neurológicas, endovasculares e cardiológicas, de Rondônia.

• Área de 27 mil metros quadrados;
• 12 mil metros quadrados de área construída;
• 14 salas de observação;
• Pronto Atendimento com 3 leitos;
• Salas de ultrassonografia de última geração, raio-x digital e móvel, e tomografia computadorizada de alta resolução;
• Quatro centros cirúrgicos com 8 leitos de recuperação para cirurgia geral
• Quatro leitos de imagem e hemodinâmica e 3 de serviços de endoscopia e colonoscopia;
• Novo boxes de quimioterapia e um leito;
• 30 leitos de internação;
• 10 leitos de UTI;
• Dois semileitos para pediatria;
• Dois para semi-intensivos de neonatologia;
• Parto normal e humanizado;
• Pediatria;
• Ginecologia e obstetrícia;
• Clínica médica e hemodinâmica.




Fonte: Folha do Sul
Autor: Assessoria

Nenhum comentário