Na abertura do Ano Judiciário, presidente do TJRO defende “sistema de Justiça acessível a todos” - VILHENA ONLINE - NOTÍCIAS DE VILHENA E RONDÔNIA

Na abertura do Ano Judiciário, presidente do TJRO defende “sistema de Justiça acessível a todos”

Share:
Solenidade reuniu autoridades e magistrados(as) na sede do Tribunal de Justiça, em Porto Velho

Vilhena, RO - O Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia (TJRO) deu início ao ano judiciário de 2024 em solenidade realizada nesta segunda-feira, 5 de fevereiro, na sede do tribunal, em Porto Velho. A cerimônia, que reuniu magistrados(as), autoridades e representantes de diversas instituições, foi marcada por otimismo renovado e ressaltou a importância da harmonia entre os poderes e instituições em prol do bem comum. Para o presidente, é preciso desenvolver e operar um sistema de administração da justiça acessível a todos.

Com um clima de celebração, o desembargador Raduan Miguel Filho, presidente do TJRO, destacou a tradição que se repete anualmente, mas este ano trouxe consigo um simbolismo especial: a emoção da primeira Abertura de Ano Judiciário realizada de modo presencial após as restrições da pandemia. O magistrado expressou um sentido prático na reafirmação da independência entre poderes e instituições, destacando o compromisso conjunto em trabalhar para o benefício dos cidadãos de Rondônia.

O presidente do TJRO ratificou os compromissos assumidos em sua posse, ressaltando a importância de lidar com questões globais, como guerras e mudanças climáticas, e enfatizando a simplificação da linguagem para tornar a justiça mais acessível. A apresentação de um vídeo sobre o plano de gestão mostrou as metas e ações planejadas para os dois anos de gestão.

Raduan Miguel revelou sua defesa pela implementação de inteligência artificial generativa para aprimorar os serviços prestados à sociedade, demonstrando um considerável e harmonioso alinhamento entre diversos órgãos, como o Ministério Público (MPRO), a Defensoria Pública, a Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional Rondônia (OAB-RO), o Tribunal de Contas do Estado e o Poder Executivo e Legislativo.

A juíza Fabíola Inocêncio, representante da Associação dos Magistrados, expressou comprometimento da Magistratura em manter os resultados positivos em nível nacional, enquanto o Defensor Público-Geral, Victor Hugo, destacou a solidez e postura inovadora do TJRO.

Márcio Melo Nogueira, presidente da OAB-RO, enfatizou a cooperação entre as instituições em benefício da cidadania, ressaltando que "não há justiça sem cuidado" e defendendo a prática da justiça centrada no ser humano. O procurador-geral de Justiça, Ivanildo de Oliveira, representante do Ministério Público, elogiou as relações harmoniosas e independentes entre MP e Judiciário, considerando a justiça local uma das mais sólidas do país.

O deputado Lucas Torres, representante do Poder Legislativo estadual, ressaltou a importância da harmonia entre os poderes, destacando a marca das ações voltadas para o ser humano como o mais relevante. O vice-governador de Rondônia, Sérgio Gonçalves, destacou os avanços obtidos nos últimos anos, ressaltando os esforços para tornar a justiça cada vez mais eficiente.

Em um tom esperançoso, a mensagem final da cerimônia foi clara: novos tempos, novos dias, novas metas e novos sonhos. A união e cooperação entre os diversos setores da justiça e poderes do estado foram reiteradas como a chave para transformar esses sonhos em realidade.

Fonte: TJ/RO

Nenhum comentário