Israel resgata dois reféns que estavam com o Hamas - VILHENA ONLINE - NOTÍCIAS DE VILHENA E RONDÔNIA

Israel resgata dois reféns que estavam com o Hamas

Share:

Operação foi realizada em Rafah, ao sul da Faixa de Gaza. Segundo Israel, três terroristas do Hamas acabaram mortos

Vilhena, RO - As Forças de Defesa de Israel (FDI) conseguiram resgatar dois reféns que estavam com o grupo extremista Hamas. Durante uma operação noturna, os militares mataram três terroristas que cuidavam de Fernando Marman e Louis Har e extraíram os prisioneiros, na segunda ação bem-sucedida do tipo desde o início do confronto.

A operação aconteceu em Rafah, ao sul da Faixa de Gaza. Enquanto a Força Aérea atacava de forma massiva supostos esconderijos do Hamas, outros militares fizeram o resgate. O grupo era formado por homens da unidade policial de contraterrorismo de elite Yamam, da agência de segurança Shin Bet e das FDI.

De acordo com as autoridades, Marman, de 61 anos, e Har, de 70, se encontravam bem. Os dois foram raptados no kibutz Nir Yitzhak, na manhã de 7 de outubro. Naquela data, o Hamas invadiu o país, matou cerca e 1.200 pessoas e fez 253 reféns.

Os militares realizaram duas ações do tipo. No fim de outubro, resgataram o soldado Ori Megidish. No início de dezembro, falharam ao tentar extrair outro refém, que acabou morto.

“Eles realizaram uma ação muito complexa nas instalações e no segundo andar onde o reféns foram mantidos. Alcançar a meta no coração de Rafah foi muito complexo”, explicou o porta-voz das FDI, o contra-almirante Daniel Hagari.

A operação de Israel

A operação começou por volta de 1h da madrugada (horário local). Às 1h49, os homens invadiram o apartamento onde estavam os reféns, matando os três terroristas e “abraçaram e protegeram Louis e Fernando com seus corpos”.

O país acredita que o Hamas fez 130 reféns em 7 de outubro e todos seguiram para a Faixa de Gaza. Nem todos permaneceram vivos, mas 105 deles acabaram liberados durante um período de trégua. Quatro reféns tinham sido libertados antes disso; três tiveram o resgate bem-sucedido e 11 foram mortos (incluindo três por engano pelos israelenses).

Fonte: Metropoles

Nenhum comentário