Violentada sexualmente, garota especial que fugiu de abrigo em Vilhena encontra irmã na zona rural de Chupinguaia - VILHENA ONLINE - NOTÍCIAS DE VILHENA E RONDÔNIA

Violentada sexualmente, garota especial que fugiu de abrigo em Vilhena encontra irmã na zona rural de Chupinguaia

Share:
Filhas de mães diferentes, as duas não se viam há 05 anos

Vilhena, RO -
Mesmo com as limitações intelectuais que enfrenta desde a infância, garota de 24 anos abusada sexualmente três vezes conseguiu encontrar sozinha uma “meia irmã” que mora na zona rural de Chupinguaia. A dramática história de vida da jovem, que estudou na Apae.

Em contato com o site nesta quinta-feira, 25, a mulher que tem o mesmo pai da moça especial (as mães são diferentes) disse que ela foi deixada num ponto de taxi de Vilhena, e pediu para ser levada para Chupinguaia. Por telefone, a voz dela foi reconhecida e a irmã autorizou o taxista a leva-la.

A entrevistada revelou que conheceu a irmã na casa do pai das duas, em Rolim de Moura, onde ela estava morando cinco anos atrás. A chupinguaiense diz que soube do suposto abuso paterno através da reportagem sobre o caso. O caso está sendo investigado pela polícia.

VIDA DIFÍCIL

Segundo a leitora, a jovem abusada, que é dois anos mais nova que ela, tem outra mãe, e foi criada na casa de parentes. As duas, que só se conheceram adultas, perderam contato nos últimos cinco anos, até a mais nova aparecer depois de fugir da instituição onde estava abrigada em Vilhena.

E AGORA?

A mulher que acolheu a irmã disse que ainda não sabe o que fazer, já que ela não pode ser obrigada a voltar ao abrigo de onde fugiu, e demonstra não querer retornar.

Como também não ter como cuidar da irmã, por morar em uma fazenda, a entrevistada pede a outros familiares da jovem que a acolham. O contato pode ser feito através do número (69) 9 9248-1215.





Fonte: Folha do Sul

Nenhum comentário