Relógio que levou Schwarzenegger a ser retido tem 'final feliz' - VILHENA ONLINE - NOTÍCIAS DE VILHENA E RONDÔNIA

Relógio que levou Schwarzenegger a ser retido tem 'final feliz'

Share:
Objeto de luxo é leiloado por R$ 1,4 milhão durante evento beneficente organizado pelo ator

Vilhena, RO - Um relógio de luxo colocou Arnold Schwarzenegger em apuros nesta semana, quando ele se esqueceu de declará-lo na alfândega na Alemanha e foi retido no aeroporto de Munique, mas a história teve um "final feliz". O objeto acabou sendo leiloado por US$ 290 mil (R$ 1,4 milhão), anunciou a organização ambientalista do ator nesta sexta-feira (19).

"A aventura alfandegária de Arnold Schwarzenegger teve um final feliz: o relógio mais famoso do mundo foi leiloado por 270 mil euros", afirmou em comunicado nesta sexta-feira (19) a Schwarzenegger Climate Initiative, organização de defesa ambiental criada pelo ator.

Arnold Schwarzenegger sorri durante evento que teve leilão de relógio que causou sua detenção no aeroporto de MuniqueArnold Schwarzenegger sorri durante evento que teve leilão de relógio que causou sua detenção no aeroporto de Munique

Arnold Schwarzenegger participa de evento que teve leilão de relógio que causou sua retenção no aeroporto de Munique - Johann Groder/AFP

O relógio foi leiloado na quinta-feira (18) junto com obras de arte e uma sessão de treino com o famoso fisiculturista, na exclusiva estação de esqui de Kitzbühel, na Áustria, diante de 160 convidados, incluindo o emissário do Clima dos Estados Unidos, John Kerry.

O ator austro-americano, famoso pelos seus sucessos de Hollywood como "O Exterminador do Futuro" e pela sua carreira política como governador da Califórnia, foi o anfitrião da noite em que arrecadou um total de 1,31 milhão de euros (R$ 7 milhões) para projetos ambientais.

Schwarzenegger descreveu seu incidente com a alfândega como uma "experiência selvagem" e fez piadas desagradáveis, de acordo com um vídeo publicado pelo portal de entretenimento americano TMZ.

O ator de 76 anos foi retido na quarta-feira em um aeroporto no sul da Alemanha por não ter declarado o relógio de luxo ao chegar dos Estados Unidos e as autoridades abriram um processo criminal por evasão fiscal.

Fonte: Folha de São Paulo

Nenhum comentário