Governo inicia na segunda-feira capacitação de alunos do ensino médio ao mercado de trabalho na área tecnológica - VILHENA ONLINE - NOTÍCIAS DE VILHENA E RONDÔNIA

Governo inicia na segunda-feira capacitação de alunos do ensino médio ao mercado de trabalho na área tecnológica

Share:

Mais de 200 alunos do ensino médio da rede estadual estão inscritos no projeto Jovem Criador

Vilhena, RO - Com o objetivo de capacitar profissionalmente alunos do ensino médio da rede estadual de ensino, inicia na segunda-feira (29), cursos remotos ofertados nos eixos tecnológicos de Gestão e Negócios, Produção Cultural e Desig através do projeto Jovem Criador. Lançado pelo Governo do Estado em 27 de setembro de 2023, por meio da Secretaria da Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas).

A proposta do governo é capacitar profissionalmente pelo menos 240 alunos do ensino médio da rede estadual, em situação de vulnerabilidade socioeconômica, nos 52 municípios rondonienses, com direito a certificado para todos e premiação para os que mais se destacarem em cada área.

Para o governador de Rondônia, Marcos Rocha, as ações da Assistência Social visam garantir o fortalecimento e a autonomia de pessoas ou famílias vulneráveis no Estado. “A Seas trabalha com a criação de novos programas que darão oportunidade de qualificação e capacitação profissional, gratuitamente, a jovens e adultos, a partir dos 18 anos”, ressaltou.

Pelo cronograma da Seas, as aulas deverão ser encerradas no final de fevereiro e em março será aberto o concurso para seleção dos melhores trabalhos. A expectativa é que a premiação ocorra no mês de abril, com a entrega de notebook para o vencedor da área de Técnicas para Criação de uma Loja Virtual; enquanto o de Marketplace [tipo de plataforma de e-commerce que reúne vários lojistas em um mesmo ambiente de vendas]. como Estratégia de Negócios receberá uma câmera digital e tripé; Marketing Digital e Técnicas para Criação de um Instagram Vendedor, smartphone; Google ADS na Prática, câmera digital e fone de ouvido; e videomaker, notebook, kit iluminação, gravador e microfone.

Segundo a secretária da Seas, Luana Rocha, passados quatro meses do lançamento do projeto, processo de inscrição e seleção dos alunos, é o momento de ir para a prática, utilizando as ferramentas de aprendizagem disponibilizadas pela Seas em cada área.

MATERIAL DIDÁTICO

Oportunizando meios para que os alunos possam se organizar e produzir serviços adequados e que deem resultado financeiramente, a Seas iniciou na quinta-feira (25), em todas as regionais do estado a entrega do material didático digitalizado e físico, como bolsa, caneta, bloco de anotações, apostila, squeeze (recipiente para beber água) e camisa personalizada.

Para os alunos que não dispõem de computador em casa, notebook ou internet, o projeto também estabelece a disponibilidade dessas ferramentas nos laboratórios de informática das escolas ou nos polos presenciais do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac).

As 240 vagas ofertadas pelo governo são distribuídas pelos seis cursos, com carga horária de 24h para Marketing Digital; 42h – Técnicas para Criação de uma Loja Virtual; 30h – Técnicas para Criação de um Instagram Vendedor; 25h – Marketplace como Estratégia de Negócios; 18h – Google ADS na Prática; e 40h – Videomaker.

Nenhum comentário