Ucrânia e Rússia abatem drones do inimigo durante ataque noturno - VILHENA ONLINE - NOTÍCIAS DE VILHENA E RONDÔNIA

Ucrânia e Rússia abatem drones do inimigo durante ataque noturno

Share:
Não há relatos de vítimas

Vilhena, RO - As defesas aéreas ucranianas revelaram que abateram todos os 14 drones Shahed lançados pelas forças russas durante um ataque noturno nas últimas horas. Por outro lado, Moscou afirma que as defesas antiaéreas russas destruíram drones ucranianos na península da Crimeia.

A força área ucraniana revelou, em comunicado, que o ataque ocorreu nas regiões central, sudeste e oeste da Ucrânia. Não há relatos de vítimas ou danos. “Catorze drones Shahed 131/136, de fabricação iraniana, foram destruídos”, acrescentou.

Kiev revelou, também, que os militares russos lançaram um míssil X-22 na região de Zaporizhia, no sudeste, mas o projétil não conseguiu atingir o seu alvo, caindo em um campo.

"O míssil de cruzeiro X-22 não atingiu o alvo e caiu na região de Zaporizhia, em uma área aberta, e o impacto danificou casas particulares. Não houve vítimas", acrescentou a força aérea. Os ataques com drones navais ou aéreos são comuns ao longo da costa da Ucrânia e intensificaram-se desde o lançamento da contraofensiva de Kiev a partir de junho.

As autoridades da cidade de Odessa, no sul do país, também afirmaram que a defesa aérea tinha abatido um raro drone Mohajer-6, de fabricação iraniana, sobre o Mar Negro, na véspera. Em 2022, os russos tinham comprado cerca de 30 drones deste tipo, segundo as autoridades ucranianas.

No final do ano passado, os ataques russos às infraestruturas deixaram milhares de pessoas sem energia durante longos períodos. Desde então, Kiev tem recebido mais sistemas de defesa aérea dos aliados.
Tentativa de ataque terrorista

Moscou alega que neutralizou quatro drones navais ucranianos que se dirigiam para a Crimeia e destruído outros três aéreos.

"Quatro barcos de patrulha não tripulados do exército ucraniano que se dirigiam para a península da Crimeia foram detectados na parte ocidental do Mar Negro", afirmou o Ministério russo da Defesa, em comunicado.

"Todos os alvos detectados foram destruídos", disse a mesma fonte.

O Ministério da Defesa russo anunciou ainda uma “tentativa do regime de Kiev de realizar um ataque terrorista com drones no território da Federação Russa”, que foi evitada.

"Três veículos aéreos não tripulados ucranianos foram destruídos sobre o território da República da Crimeia pelas defesas aéreas", acrescentou o ministério.

No início de setembro, Moscou disse ter frustrado um ataque semelhante que visava a ponte que liga a Rússia à Crimeia, uma península anexada em 2014 e constantemente alvo de ataques ucranianos.

A própria ponte foi danificada duas vezes desde o início da ofensiva russa em 2022.


Fonte: Cristina Sambado - da RTP

Nenhum comentário