Uvas ajudam a melhorar visão de idosos e adultos, mostra estudo inédito - VILHENA ONLINE - NOTÍCIAS DE VILHENA E RONDÔNIA

Uvas ajudam a melhorar visão de idosos e adultos, mostra estudo inédito

Share:
Os voluntário que comeram a uva mostraram um aumento significativo na densidade óptica do pigmento macular.

Vilhena, RO - Não é só a cenoura. Todos agora tem um motivo a mais para comer aquela uvinha docinha. Um novo estudo descobriu que os componentes antioxidantes das uvas ajudam a melhorar a visão em idosos e adultos mais velhos. E os resultados podem ser notados em apenas quatro meses!

Desenvolvido pela equipe de pesquisa da Universidade Nacional de Cingapura, o estudo avaliou a visão de 34 adultos que consumiram uma xícara e meia de uvas por dia ou um placebo durante 16 semanas. O resultado mostrou uma melhoria significante na visão daqueles que consumiram a fruta.

O Dr. Jung Eun Kim, co-autor do estudo, disse estar animado, principalmente por ser algo inédito. “Nosso estudo é o primeiro a mostrar que o consumo de uva tem um impacto benéfico na saúde ocular dos humanos, o que é muito emocionante, especialmente com o crescente envelhecimento da população”, explicou.

A pesquisa

Os voluntário que comeram a uva mostraram um aumento significativo na densidade óptica do pigmento macular (MPOD), na capacidade antioxidante do plasma e no conteúdo fenólico total em comparação com aqueles que receberam placebo.

Além disso, aqueles que não consumiram uvas registaram um aumento significativo de produtos finais de glicação avançada (AGE) oculares prejudiciais – níveis elevados dos quais são um factor de risco chave para doenças oculares, juntamente com o stress oxidativo.

Baseado em um estudo randomizado, duplo-cego, o estudo revisado por pares foi publicado na revista Food & Function.

Boas expectativas

Dr. Jung Eun Kim afirma que estudos como esse só trazem boas expectativas para a saúde de pessoas idosas. Hoje, com a expectativa de vida aumentando busca-se, cada vez mais, opções saudáveis para envelhecer bem.

Ele conta que pesquisas anteriores ja mostraram que os AGEs podem contribuir para muitas doenças oculares, danificando a retina, prejudicando a função celular e causando estresse oxidativo. Quando há o consumo da uva, a fruta acaba protegendo essa estrutura e a função da retina.

O pesquisador também garante que a uva é uma fruta fácil de ser encontrada e acessível em todas as partes do mundo, o que favorece os cuidados com a saúde.

“As uvas são uma fruta fácil e acessível que, segundo estudos, pode ter um impacto benéfico em quantidades normais de apenas 1 ½ xícara por dia”, explicou.

Outros benefícios da uva

Além de melhorar a visão, a uva também traz outros benefícios para a saúde do idoso:
  • Saúde cardiovascular: Os antioxidantes presentes nas uvas podem ajudar a reduzir o risco de doenças cardíacas, melhorando a saúde do coração.
  • Pressão arterial: O potássio nas uvas pode ajudar a regular a pressão arterial, o que é importante para pessoas idosas, que têm maior risco de hipertensão.
  • Saúde cerebral: O resveratrol nas uvas pode ter benefícios para a saúde do cérebro, como melhorar a função cognitiva e reduzir o risco de doenças neurodegenerativas, como o Alzheimer.
  • Digestão: As uvas contêm fibras que podem ajudar a melhorar a saúde digestiva e prevenir problemas como constipação.
  • Hidratação: As uvas têm alto teor de água, o que pode ajudar na hidratação, especialmente em climas quentes.
  • Saúde da pele: Os antioxidantes nas uvas podem ajudar a manter a pele saudável, retardando o envelhecimento da pele e reduzindo rugas.
  • Combate à inflamação: Os antioxidantes e compostos anti-inflamatórios presentes nas uvas podem ajudar a reduzir a inflamação no corpo, o que é benéfico para a saúde em geral.
  • Saúde dos ossos: O resveratrol nas uvas pode contribuir para a saúde dos ossos, ajudando a prevenir a perda de densidade óssea comum em pessoas idosas.

Lembre-se de que, como qualquer alimento, as uvas devem ser consumidas com moderação e como parte de uma dieta equilibrada. Consultar um profissional de saúde ou nutricionista é sempre uma boa ideia para obter orientações específicas de acordo com as necessidades individuais.


Por Monique de Carvalho / Só noticia Boa

Nenhum comentário