Três dias após acidente que matou rondoniense no Paraguai, outra estudante brasileira de medicina provoca nova morte - VILHENA ONLINE - NOTÍCIAS DE VILHENA E RONDÔNIA

Três dias após acidente que matou rondoniense no Paraguai, outra estudante brasileira de medicina provoca nova morte

Share:
Acidente ocorreu na manhã de hoje na estrada entre Pedro Juan Caballero e Cerro Corá

Vilhena, RO - A paraguaia Cynthia Raquel Paredes Riveros, 26, morreu em acidente na manhã de ontem (terça-feira, 17) na linha internacional do Paraguai com Mato Grosso do Sul. Ela foi atropelada pela estudante de medicina Sabrina Alves de Araújo, 22, de nacionalidade brasileira.

De acordo com a Polícia Nacional, o acidente ocorreu por volta de 5h40 na Ruta PY05, saída de Pedro Juan Caballero para Cerro Corá. Cynthia seguia para o trabalho em um frigorífico. A moto era conduzida por Alcides Raúl Duarte Muños.

A brasileira viajava de carro com destino ao posto de saúde de Cerro Corá, a 30 km de Pedro Juan Caballero. Conforme informações policiais, o carro conduzido pela brasileira bateu na traseira da moto e arrastou as vítimas. Alcides sofreu várias fraturas e foi levado para o Hospital Regional de Pedro Juan Caballero.

RONDONIENSE MORTA

Na madrugada de sábado, 14, a também estudante de medicina brasileira Amanda Pezzin Machado, 21, morreu em acidente ocorrido em Pedro Juan Caballero. Ela era moradora da cidade de Pimenta Bueno (LEMBRE AQUI).

Amanda estava na garupa da moto conduzida por rapaz de 22 anos, também estudante de medicina, que perdeu o controle e bateu em uma árvore. Amanda chegou a ser socorrida, mas morreu antes de chegar no hospital. Ela e o colega estavam sem capacete.

Natural de Rondônia, Amanda cursava o 4º ano de medicina no Paraguai e sofreu traumatismo cranioencefálico grave e ruptura na coluna cervical.




Fonte: Campo Grande News

Nenhum comentário