Membro do PCC que matou colega de cela em Rondônia, foi condenado a 22 anos de prisão e estava foragido é preso em MS - VILHENA ONLINE - NOTÍCIAS DE VILHENA E RONDÔNIA

Membro do PCC que matou colega de cela em Rondônia, foi condenado a 22 anos de prisão e estava foragido é preso em MS

Share:
Crime aconteceu em 2018, dentro da cela 29 na Colônia Agrícola Penal Ênio Pinheiro, em Porto Velho

Vilhena, RO - Equipe da DHPP (Delegacia de Repressão aos Crimes de Homicídio e Proteção à Pessoa) de Mato Grosso do Sul prendeu, na manhã de ontem (sexta-feira, 20), integrante do PCC (Primeiro Comando da Capital) que estava foragido. O rapaz de 26 anos estava com mandado de prisão preventiva e chegou a ser condenado a 22 anos por matar um colega de cela em Rondônia.

Conforme apurado pelo site Campo Grande News, Luan Gabriel de Quadros Correa, junto com outros quatro integrantes da facção, matou Everson Almeida Gonzaga. O crime aconteceu no dia 31 de janeiro de 2018 dentro da cela 29 na Colônia Agrícola Penal Ênio Pinheiro, em Porto Velho, Rondônia.

O crime teria sido ordenado por um quinto homem, identificado como Rafael Pimentel Duarte de Souza, e teria sido cometido apenas para demonstrar o “poder” em tribunal do crime da facção criminosa. Os cinco envolvidos foram denunciados pelo Ministério Público de Rondônia.

No dia 15 de agosto deste ano, Luan participou por videoconferência do julgamento na 1ª Vara do Tribunal do Júri de Porto Velho e foi condenado a 22 anos de prisão pelo homicídio qualificado e por associação criminosa. A sentença ainda não é definitiva, mas por estar foragido, o juiz determinou a prisão preventiva do rapaz.

Com isso, durante diligências nesta manhã, a equipe da DHPP conseguiu capturar Luan no Bairro Jardim Centenário, em Campo Grande (MS). Ele foi conduzido à delegacia e será encaminhado para o sistema penitenciário. O rapaz é natural de Campo Grande e é conhecido como "MS", "Baco" ou "Beique".



Fonte: Campo Grande News

Nenhum comentário