Alerta de afogamentos e casos com óbitos são registrados pelo Corpo de Bombeiros em Rondônia - VILHENA ONLINE - NOTÍCIAS DE VILHENA E RONDÔNIA

Alerta de afogamentos e casos com óbitos são registrados pelo Corpo de Bombeiros em Rondônia

Share:
Foto arquivo – CBPM alerta de afogamentos

Vilhena, RO - A orientação para evitar situações de afogamentos e casos com vítimas fatais é constantemente reforçada pelo Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Rondônia – CBMRO, durante o verão amazônico, quando pessoas costumam frequentar festivais de praias, balneários e locais atrativos com rios. A corporação vem alertando a população para frequentes situações de risco de vida registradas nestes locais, nos últimos meses.

De acordo com o CBMRO, de 1° de janeiro a 22 de setembro de 2022, o número de iminentes de afogamentos registrados indicou 36 casos em todo o Estado de Rondônia, índice relativamente maior comparado ao mesmo período do ano passado, que havia registrado 31 casos. Os dados da corporação indicam também que, em 2021, o total de afogamentos resultou em 48 casos.

Enquanto isso, o número de óbitos oriundos de afogamentos apurados pela equipe totalizou 11 casos de janeiro a setembro deste ano, e em 2021, foram registrados o total de 16 casos de vítimas fatais. Vale ressaltar que os dados incluem tanto eventos tradicionais de praia, quanto balneários e outros locais inerentes a estes ambientes, em todas as 52 cidades.

Segundo o comandante do CBMRO, coronel BM Nivaldo de Azevedo, diversas equipes são direcionadas para reforçar a missão de diminuir casos de afogamento. “A sinalização do local é outro recurso como forma de inibir muitas situações desagradáveis. A corporação tem uma média de 15 bombeiros militares empregados para atuarem em cada operação de prevenção e salvaguardas de banhistas, contudo, este é um trabalho que necessita exclusivamente da conscientização da população”, explica.

O espaço onde geralmente tem a presença de banhistas passa sempre por reconhecimento, visando verificar áreas mais vulneráveis, sendo sinalizado e isolado para impedir o acesso, além de ter uma observação individual feita na área pelos guarda-vidas. Quando são realizados os eventos, as ações ocorrem em parceria com a Polícia Militar de Rondônia, Secretaria de Estado de Desenvolvimento Ambiental – Sedam e os municípios.

REFORÇAR RECOMENDAÇÕES

Para reforçar as recomendações voltadas à redução de afogamentos em praias, balneários e outros locais, o Corpo de Bombeiros Militar de Rondônia – CBMRO destaca as seguintes informações à sociedade:

· Procurar sempre locais próximos aos postos de guarda-vidas;

· Respeitar as placas e/ou bandeiras de sinalização;

· Perguntar sempre ao guarda-vidas qual o local mais apropriado para tomar banho de rio;

· Não ingerir bebidas alcoólicas e entrar no rio;

· Evitar entrar na água logo após se alimentar;

· Não entrar no rio após longa exposição ao sol, sem antes adaptar seu organismo à temperatura da água;

· Não desviar a atenção um só instante das crianças. Vale identificá-las com nome e telefone para contato;

· Caso saiba e pretenda nadar, a orientação é praticar a atividade paralelamente à areia.


Fonte: Diário da Amazônia

Nenhum comentário